terça-feira, 24 de abril de 2012

Projeto brasileiro de Redd recebe prêmio internacional

Compartilha
Reserva brasileira recebe prêmio internacional por projeto de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (Redd). A Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Juma foi premiada pelo portal Eco-Index na categoria Melhores Lições Aprendidas. O portal, gerenciado pela Rainforest Alliance, disponibiliza informações sobre mais de mil projetos de conservação em toda a América.

Criado pela Fundação Amazonas Sustentável, O principal objetivo da ação é assegurar a redução das emissões de gases de efeito estufa, controlando e monitorando o desmatamento na Reserva do Juma, localizada no Estado do Amazonas. A ideia é conter até 2016 o desmatamento em 7.799 hectares de floresta tropical, o que corresponde à emissão de 3.611.723 toneladas de CO2 para a atmosfera. Até 2050, esse número deve ser ampliado para 329.483 hectares, o equivalente a emissão de 189.767.027 toneladas de CO2.

Durante quatro anos (de 2008 até 2012), o projeto recebeu financiamento de US$ 500 mil anuais da rede de hotéis Marriott International. Com o investimento, a estratégia é apostar na produção sustentável, possibilitando a melhora das condições econômicas das comunidades locais e, ao mesmo tempo, a conservação da floresta.

A região recebeu dois núcleos de conservação e sustentabilidade, que contam com escola, alojamentos para professores e alunos e posto de saúde. Além disso, uma base de monitoramento e vigilância que ajuda na gestão florestal e realização de estudos e atividades comunitárias.

O projeto já havia sido premiado em outras ocasiões. Em 2008, foi o primeiro do mundo a receber a classificação ouro no padrão Clima, Comunidade e Biodiversidade (CCB). Em 2010, como exemplo de monitoramento e metodologia de avaliação nas categorias clima e mudanças climáticas, compensação de carbono e conservação baseada no envolvimento comunitário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário